quarta-feira, 19 de julho de 2017

HECATE, A MAIS ENCANTADORA

Você a Deusa da Trácia e da lua, das horas escuras
e do submundo.
Você é a anciã,
Rainha do mundo dos espíritos,
Você é a Deusa da bruxaria,
Deusa Serpente, Grande Mãe,
Grande Deusa da natureza.
Você é a filha dos Titãs
Deusa das Amazonas.
Sua carruagem é puxada por dragões.
Você pode mudar de forma, de idade,
rejuvenescer ou envelhecer
Você é o terceiro aspecto da lua como
a bruxa, a lua escura ou a Anciã.
Você é reverenciada como a portadora
da sabedoria.
Seus cães te acompanham.
Seus símbolos são o athame, a tocha,
o açoite, a chave e o caldeirão.
Seu festival foi organizado para o fim da
noite à luz de tochas.
Treze de agosto é o dia em que Te honramos.
Você é uma Deusa caçadora.
Quem Te conhece, detém os mistérios do
Reino dos Espíritos.
Todos os poderes secretos da natureza estão
sob o seu comando.
Você é nascimento, vida e morte.
Você é a Deusa das bruxas, Deusa da lua minguante,
da magia, da escuridão, profecia, dos encantos e feitiços.
Você é a Deusa da vingança, da reparação e da prevenção
de todo o mal, da renovação e regeneração.
Eu te honro ó Hecate!
E tenho consciência que você está em minha vida
todos os dias.
Toda noite acendo uma vela em Sua honra.
Eu sou sua filha; Eu sou sua sacerdotisa!

terça-feira, 18 de julho de 2017

CULTO À GRANDE MÃE

Senhora de minha vida
Guia-me com sabedoria
Faça com que eu compreenda
o que não tem explicação
Conforta-me em teus seios
quando preciso for.
Dai-me luz para clarear a mente
dos que não entendem.
Encha-me de coragem para
enfrentar o preconceito de
cabeça erguida.
Purifique-me para que eu possa 
louvar-te como mereces.
Ajuda-me a ver com teus olhos
de justiça para que eu nunca
acuse em vão.
E peço-te que me mostre o
caminho da tua verdade
para que eu não me perca
nunca de Ti.
                             Abençoada Seja!

quinta-feira, 6 de julho de 2017

ORAÇÃO A DEUSA ATHENA

Nesta noite eu te invoco, Grande Deusa,
Como a forte e poderosa Athena,
Que tua coruja do dia e da noite, guie meus caminhos
Deusa Guerreira, para que lute a meu lado e empunhe sua lança sagrada em minha defesa e proteção, como lutou sempre por seu Divino Pai.
Também te recebo, Athena, como a sabia diplomata, para que me ensine e mostres os melhores caminhos, as alternativas de conciliação e paz.
Porem, se necessário, me mostre os mais sábios modos de lutar e vencer.
Reveste-me com teu peitoral inexpugnável, para que eu vença todas as batalhas sem ser ferido ou atingido de qualquer forma.
Senhora, grande e hábil Tecelã, que com suas mãos ágeis que criam maravilhas,
A Senhora mova os fios da tecitura de minha vida para que seja de acordo com os desígnios de minha alma e meu coração e para ________ (acrescente o que quiser)
Assim te chamo e te recebo Senhora Athena, em perfeito amor e perfeita confiança, esteja presente e seja bem vinda!

quarta-feira, 5 de julho de 2017

INVOCAÇÃO A DEUSA BRIGID

Deusa do Fogo,
Das chamas flamejantes,
Vinde a mim,
Tu que és tríplice, fértil e mãe
Eu a invoco,
Para que esteja presente em meu circulo,
Em nome daqueles que mantém seu fogo,
É o que peço neste momento,
Que assim seja!

terça-feira, 4 de julho de 2017

ORAÇÃO AOS ESPIRITOS GUARDIÕES

Essa oração tem o poder de atrair os espíritos guardiães do nosso lar. Pronuncie-a sempre que se sentir desprotegido.

"Pequeninos guardiões. Seres da luz infinita. De dia me tragam a paz. De noite os dons da magia. Invisíveis guardiões protejam:
Os quatro cantos da minha alma
Os quatro cantos da minha casa
Os quatro cantos do meu coração."

segunda-feira, 3 de julho de 2017

ANAM CARA

Na tradição céltica, há uma lindíssima compreensão do amor e da amizade. Nela, uma das ideias fascinantes é a ideia do amor da alma; a antiga expressão em gaélico para isso é 'anam cara'.

'Anam' é a palavra gaélica para 'alma' e 'Cara' é a palavra para 'amigo'. Portanto, 'anam cara', no mundo céltico, era o 'amigo da alma'.

Na igreja céltica primitiva, quem desempenhasse o papel de professor, companheiro ou guia espiritual era chamado de 'anam cara'.

Originalmente referia-se a alguém a quem nos confessássemos, revelando as secretas intimidades da nossa vida. Com o 'anam cara' podíamos partilhar o nosso ser mais interior, a nossa mente e o nosso coração.

Esta amizade é um ato de reconhecimento e pertença. Quando tínhamos um 'anam cara', a nossa amizade perpassava por toda a convenção, moralidade e categoria. Entrávamos numa via antiga e eterna com o 'amigo da alma'.

A compreensão céltica não impunha à alma limitações de espaço nem tempo. Não há uma gaiola para a alma. A alma é uma luz divina que flui até nós e até ao nosso Outro. Esta arte de pertença despertava e nutria profundo e especial companheirismo.»

John O'Donohue
in "Anam Cara: A Book of Celtic Wisdom"

sábado, 1 de julho de 2017

PRECEITO DIÁRIO

Eu me levanto hoje
Pela força dos Céus
Luz do Sol
Brilho da Lua
Resplendor do Fogo
Presteza do Vento
Profundidade do Mar
Estabilidade da Terra
Firmeza da Rocha.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

ANTIGA ORAÇÃO EGIPCIA PARA ISIS

Que as asas de Ísis te envolvam
na segurança que sempre Ísis traz
Perto ou longe
A Grande Mãe
ouvirá teu chamado,
Ísis olha por todos nós
As estrelas brilham no céu
e nelas se ouve Ísis cantar
Sonhes maravilhas,
porque dormes nas asas gentis de Ísis

quinta-feira, 29 de junho de 2017

O CANTO DE BÊNÇÃOS

Que os poderes do Único
A fonte de toda a criação,
Onipresente, onipotente, eterno,
Que a Deusa,
A Dama da Lua,
E o Deus,
Caçador Chifrudo do Sol,
Que os poderes dos Espíritos das Pedras;
Regentes dos Reinos Elementais
Que os poderes das estrelas acima e da 
Terra abaixo,
Abençoem este lugar, e este tempo,
e a mim que convosco estou.

OBS: Este canto pode ser pronunciado no inicio de qualquer tipo de ritual como uma invocação geral. Invocações individuais para a Deusa e para o Deus podem suceder.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

HÉCATE EU SOU

Hecate eu sou, Mãe Negra, a Anciã
Meu rosto é enrugado como uma pedra idosa,
Meus olhos são pretos como o breu,
meus cabelos brancos como a neve.
Eu sou a noite escura sem lua
Eu guio pelo lugar da Caçada Selvagem
com meu poder negro
Pelo inverno à meia noite
Meu reino começa na noite do Samhain
E dura até o dia da Luz de Imbolc
Para as bruxas, eu sou sua Rainha divina
Sua líder, pelos séculos
Eu as ensino o poder mágico extremamente forte
Eu as ensino a diferenciar o certo do errado
Mas se elas fazem o que é errado
minha fúria, as farão pagar por isso
E minha vingança fará com que seus destinos na Terra 
fiquem marcados.
Porque eu sou a Justiça, eu sou a Morte, eu sou a Vingança, Lua Negra
Eu sou a Sabedoria e o Amor e a condenação do Mal.
Eu guardo todas as encruzilhadas de todos os lugares
Quem viaja com o mal deve tomar cuidado!
Eu tiro-lhes a alma e faço com que fiquem insanos
Para que nunca mais tenham a sorte de cruzar meu caminho novamente.
Eu sou terrível, gentil e implacável!
O que você vê em mim é você mesmo.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

MESES DO ANO E SUAS CORRESPONDÊNCIAS - CONT

OUTUBRO
Espíritos da Natureza: fadas das nevascas e das plantas
Ervas: poejo, tomilho, gatária, uva ursi, angélica, bardana
Cores: azul esverdeado escuro
Flores: calêndula, cravo-de-defunto, cosmos
Essências: morango, flor de macieira, cereja
Pedras: opala, turmalina, berilo, turquesa
Arvores: cipreste, acácia, teixo
Animais: alce, chacal, elefante, bode, escorpião
Aves: corvo, garça, tordo americano
Deidades: Ishtar, Astarte, Deméter, Kore, Lakshmi, Deus Cornudo, Belili, Hathor
Fluxo de Poder: deixar acontecer; purificação interior. Carma e reencarnação. Justiça e equilíbrio. Harmonia interior.

*************
NOVEMBRO
Espíritos da Natureza: banshees e outros seres que portam mensagens entre os mundos, fadas subterrâneas
Ervas: gengibre, lúpulo, absinto, hissopo, patchuli, artemísia, noz-moscada, aniz-estrelado, verbena, cardo sagrado, betônia.
Cores: preto, branco, roxo, cinza, verde mar
Flores: lírio branco, dália, crisântemo, flor-de-cacto
Essências: alecrim, calamo, lilás, pinho, glicínia, cedro, flor de laranjeira, jacinto, narciso, hortelã, limão
Pedras: ônix, obsidiana, lagrima-apache, topázio, lápis-lazuli
Arvores: pinheiro, cipreste, teixo, sabugueiro, amieiro
Animais: morcego, lobo, cão, porca, cobra, unicórnio, escorpião, crocodilo, chacal
Aves: coruja, corvo, falcão, ganso, andorinha
Deidades: Cibele, Circe, Hel, Néftis, Cerridwen, Deus Cornudo, Cailleach, Freya, Holda, Kali, Ísis Negra, Hecate, Bast, Osíris, Odin, Skadi, Mawu, Sarasvati
Fluxo de Poder: liberação, lembranças; comunhão com os mortos. Profecia. Livrar-se de velhas e negativas memórias e emoções. Arraigar-se, preparar-se. Transformação. Fortalecimento da comunicação com Deus ou Deusa que mais se aproxime de você.

*************
DEZEMBRO
Espíritos da Natureza: fadas das tempestades, das neves e das arvores do inverno.
Ervas: visgo, azevinho, hera da Inglaterra, abeto
Cores: vermelho sangue, branco e preto
Flores: azevinho, poinséttia, jacinto
Essências: violeta, patchuli, gerânio rosa, olíbano, mirra, lilás
Pedras: serpentina, olivina, turquesa, zircônio
Arvores: pinheiro, abeto, azevinho
Animais: rato, alce, cavalo, urso
Aves: coruja da neve, corvo, tordo
Deidades: Hathor, Hecate, Neith, Atena, Minerva, Ixchel, Osíris, Norns, Parcas, Astarte, Freya, Sekhmet, Ops.
Fluxo de Poder: suportar, morrer, renascer. Ciclos da Terra em movimento. Escuridão. alquimia pessoal. Caminhos espirituais. Assistir os amigos e a família, os solitários e necessitados.




domingo, 25 de junho de 2017

MESES DO ANO E SUAS CORRESPONDÊNCIAS - CONT.

JULHO
Espíritos da Natureza: duendes, fadas das colheitas
Ervas: madressilva, acrimonia, hissopo
Cores: prata, cinza-azulado
Flores: lótus, jasmim, nenúfar
Essências: lírio florentino, olíbano
Pedras: pérola,selenita, ágata branca
Árvores: carvalho, acácia, freixo
Animais: besouro, tartaruga, golfinho, baleia
Aves: íbis, estorninho, andorinha
Deidades: Khepera, Atena, Juno, Hel, Holda, Cerridwen, Néftis, Vênus
Fluxo de Poder: energia relaxada; preparação; sucesso. Trabalho de sonhos, adivinhação, meditação sobre objetivos e planos, especialmente espirituais. 

*************
AGOSTO 
Espíritos da Natureza: Dríades
Ervas: camomila, erva-de-são-joão, louro, angélica, erva-doce, arruda, laranja
Cores: amarelo-ouro, dourado
Flores: girassol, madressilva
Essências: olíbano, heliótropo
Pedras: crisoberilo, cornalina, jaspe, ágata de fogo
Árvores: avelã, cedro,amieiro
Animais: leão, fênix, esfinge, dragão
Aves: garça, falcão, águia
Deidades: Ganesha, Thot, Hathor, Diana, Hecate, Nêmesis.
Fluxo de Poder: energia em colheita; encontros, apreciação. Vitalidade, saúde. Amizade.

*************
SETEMBRO 
Espíritos da Natureza: grupos de fadas
Ervas: copal, erva doce, centeio, trigo, valeriana
Cores: marrom, amarelo esverdeado, amarelo
Flores: narciso, lírio
Essências: estoraque, gardênia, bergamota
Pedras: peridoto, olivina, crisólita, citrina
Arvores: aveleira, loureiro, lariço
Animais: cobra, chacal
Aves: ibis, andorinha
Deidades: Deméter, Ceres, Ísis, Néftis, Freya, Ch'ang-O, Thot
Fluxo de Poder: descanso após a labuta; equilíbrio entre Luz e Trevas. organizar. Limpar e ordenar problemas físicos, mentais, emocionais e espirituais.




quinta-feira, 22 de junho de 2017

MESES DO ANO E SUAS CORRESPONDÊNCIAS - CONT.

ABRIL
Espíritos da Natureza: fadas das plantas
Ervas: manjericão, cebolinha, cálamo (Daemonorops Draco/Calamus Draco), gerânio, cardo.
Cores: vermelho, carmim, ouro.
Flores: margarida, ervilha-de-cheiro
Essências: pinho, louro, avelã
Pedras: diamante, safira, cristal
Arvores: álamo
Animais: urso, lobo
Aves: falcão, pega
Deidades: Kali, Hathor, Anahita, Ceres, Ishtar, Vênus, Bast
Fluxo de energia: criação e produção; devolver o equilíbrio aos nervos. Mudança, autoconfiança, aproveitar as oportunidades. Lapidar temperamento, oscilações emocionais e egoismo.

*************
MAIO
Espíritos da Natureza: elfos  e fadas
Ervas: ditamno-de-creta, sabugueiro, menta, rosa, artemísia, tomilho, mil-em-rama.
Cores: verde, marrom, rosa
Flores: lírio-do-vale, rosa, dedaleira, gesta.
Essências: rosa, sândalo
Pedras: esmeralda, malaquita, âmbar, cornalina.
Arvores: estrepeiro
Animais: gatos, lince, leopardo
Ave: andorinha, pombo, cisne
Deidades: Bast, Vênus, Afrodite, Maia, Diana, Ártemis, Pã, Deus Cornudo
Fluxo de Energia: energia criativa potencial; propagação. Intuição, contato com elfos e outros seres sobrenaturais. Fortalecimento da ligação com os seres e os protetores sobrenaturais que nos rodeiam. Energia flui dos Deuses dos Bosques e das árvores.
*************
JUNHO 
Espíritos da Natureza: silfos, zéfiros
Ervas: rainha-dos-prados, verbena, tanásia, erva-cão, salsinha, musgo.
Cores: laranja, verde-dourado
Flores: lavanda, orquídea, milefólio
Essências: lírio-do-vale, lavanda
Pedras: topázio, ágata, alexandrita, fluorita
Arvores: carvalho
Animais: macaco, borboleta, sapo, rã
Aves: corruíra, pavão
Deidades: Aine de Knockaine, Ísis, Neith, O Homem Verde, Cerridwen, Bendis, Ishtar
Fluxos de Energia: energia total, mas em repouso; proteção, fortalecimento e prevenção. Período de luz; energias da terra em transformação. Tomada de decisões; assumir a responsabilidade pelos eventos atuais. Trabalhar as inconsistências pessoais. Fortalecer e recompensar-se pelas características pessoais positivas.



quarta-feira, 21 de junho de 2017

MESES DO ANO E SUAS CORRESPONDÊNCIAS

JANEIRO
Espíritos da Natureza: gnomos, brownies
Ervas: manjerona, cardo, castanhas e cones
Cores: branco, azul-violeta, preto
Flores: galanto, açafrão
Essências: almíscar, mimosa
Pedras: granada. ônix, azeviche, crisópraso
Arvores: bétula
Animais: coiote, raposa
Aves: pavão, gaio
Deidades: Freya, Inanna, Sarasvati, Hera, Ch'ang-O, Sinn
Fluxo de Energia: indolente, sob a superfície; inicio e concepção. Proteção, reversão de encantos. Manutenção de energia através do trabalho de problemas pessoais que não envolvam mais ninguém. Fazer com que seus vários corpos trabalhem harmoniosamente juntos com os mesmos objetivos.

*************
FEVEREIRO 
Espíritos da Natureza: fadas, tanto de casa como das plantas.
Ervas: balsamo de Galaade, hissopo, mirra, sálvia, espicanardo
Cores: azul claro, violeta
Flores: prímula
Essências: glicínia, heliotrópio
Pedras: ametista, jaspe, cristal em pedra.
Arvores: sorveira, louro, cedro
Animais: lontra, unicórnio
Aves: águia, chapim
Deidades: Brigit, Juno, Kuan Yin, Diana, Deméter, Perséfone, Afrodite.
Fluxo de energia: energia que trabalha em direção à superfície; purificação, crescimento, cura. Amar a si mesmo. Aceitar a responsabilidade por erros passados, perdoar a si mesmo, planejar o futuro.

*************
MARÇO 

Espíritos da Natureza: sereias, seres da água e do ar ligados a chuvas de primavera.
Ervas: gesta, poligonáceo, betônica dos bosques, musgo irlandês.
Cores: verde-claro, grená.
Flores: junquilho, narciso, violeta.
Essências: madressilva, flor de macieira.
Pedras: água-marinha, hematita
Arvores: amieiro, corniso
Animais: porco-espinho, javali
Aves: corvo marinho, águia pesqueira
Deidades: Ísis Negra, Morrigan, Hecate, Cibele, Astarte, Atena, Minerva, Ártemis, Luna.
Fluxo de energia: energia liberada; crescimento, prosperidade, exploração. Recomeços; equilíbrio entre luz e trevas. Desfazer ilusões.Encarar a verdade em sua vida, não importa o quão doloroso possa ser.

 
 

sábado, 17 de junho de 2017

CELEBRAÇÃO PARA AS FADAS DO INVERNO

Durante os meses de inverno, os Espíritos da Natureza normalmente repousam enquanto suas plantas e arvores repousam. Entretanto, se convidar os que vivem em sua área para sua casa, eles podem passar os meses de inverno com voce, checando suas energias quando necessário. Pode exigir uma certa dose de paciência e persuasão, especialmente se os antigos moradores não fossem afeitos a sua existência e rudes com plantas e arvores. Eles são amigos maravilhosos tanto para humanos quanto para animais. Gostam em particular de crianças pequenas.
Os Pequenos são também um bom barômetro para aferir o estado das vibrações da casa. Se estiver atraindo ou enviando energias negativas, eles ficam quietos e se afastam. Eles atraem a sua atenção para o problema se voce não o notar imediatamente.

*************

Essa celebração para os Pequenos não requer abertura de um circulo. Voce precisará de gengibre em pó e uma pequena colher. Aponte velas na direção dos pontos cardeais: amarelo no leste, vermelho no sul, azul no oeste e verde no norte. Coloque um cristal ou outra pedra no lado de cada vela. Em pé, no centro da sala, envie seus pensamentos para dar as boas-vindas aos Pequenos. Entoe:

Ó espíritos das plantas e da Terra e das arvores,
Ó Pequenos de todas as formas,
Eu peço para que se apresentem a mim.
De mim não partirá nenhuma agressão. 
Juntem-se a mim em amizade e amor.
Trazendo prazer na antiga magia,
Pois para sempre com os Antigos Deuses
Poderemos recriar todas as coisas em ouro.
Espíritos guardiães, nossas vidas se unem.
Tudo nós compartilhamos.

Volte-se para o leste. Polvilhe um pouco de gengibre na vela e diga:

Todos voces, espíritos e fadas,
Ouçam meu chamado.
Entrem neste circulo mágico
Bem-vindos, todos.

Volte-se para o sul. Polvilhe o gengibre na vela e diga:

Todos voces dos raios de Sol, 
Ouçam meu chamado.
Entrem neste circulo mágico.
Bem-vindos, todos.

Volte-se para o oeste. Polvilhe o gengibre na vela e diga:

Todos voces, duendes das águas,
Ouçam meu chamado.
Entrem neste circulo mágico.
Bem-vindos, todos.

Volte-se para o norte. Polvilhe o gengibre na vela e diga:

Todos voces, dos raios de Luar,
Ouçam meu chamado.
Entrem neste circulo mágico.
Bem-vindos, todos.

Sente-se em silencio por algum tempo, mentalizando os Pequenos. Esteja atento aos toques deles em seu corpo, como se fossem penas roçando. Ouça suas vozes musicais em sua mente. Fale com eles se desejar. Ao encerrar sua comunicação, fique de pé no centro da sala. Erga seus braços para o alto, dizendo:

Minha gratidão e bênçãos,
Àqueles do Ar, da Terra, do Céu e do Mar.